sábado, 21 de fevereiro de 2009

Recomendações Nutricionais na Menopausa



Menopausa e Fatores de risco

A diminuição dos níveis de estrógeno afeta a textura da pele e a composição corporal da mulher. Devido ao comprometimento na produção de colágeno ocorre perda de elasticidade da pele e dos vasos sanguíneos, assim como há a diminuição da massa muscular e o aumento da concentração de gordura corporal na região abdominal.

À medida que a produção do estrógeno cai, as taxas de colesterol e triglicérides no sangue aumentam, a absorção e a captação do cálcio pelos ossos fica prejudicada e assim surgem os riscos para o desenvolvimento das doenças cardiovasculares e da osteoporose. Segundo estatísticas, na pós-menopausa, as mulheres apresentam o mesmo risco que os homens para desenvolver as doenças do coração, sendo a principal causa de mortalidade entre as mulheres pós-menopausadas.


Condutas e Recomendações Nutricionais

*A Terapia de Reposição Hormonal (TRH), os riscos, as vantagens e as opções de tratamento devem ser discutidos, particularmente, por cada paciente e seu médico de confiança. O tratamento que se aplica a uma mulher pode não ser o mais indicado à outra;


*O tabagismo deve ser abolido;


*A prática regular de atividades físicas aeróbias auxiliam na manutenção do peso corporal ideal, reduz a pressão arterial, fortalece os ossos e previne a osteoporose e as cardiopatias;


*Técnicas de relaxamento e meditação ajudam a tolerar mais facilmente os sintomas do climatério e da menopausa;


*A pressão arterial, glicemia, os níveis de colesterol e triglicérides devem ser monitorados e acompanhados;


*A alimentação deve ter uma redução de 200 a 400 kcal diárias, ser pobre em gorduras, açúcar e sódio e rica em frutas, água, fibras, vegetais e grãos.


*A ingestão mínima diária de Cálcio e Vitamina D deve ser, respectivamente, de 1200 mg e 400 UI. É possível atingir essas recomendações, através do aumento do consumo de alimentos fonte de cálcio (leite desnatado, seus derivados e soja) e exposição ao sol em horários recomendados;


*A fim de melhorar a biodisponibilidade do Cálcio, alimentos fonte de Ferro (carnes) não devem ser ingeridos nas refeições que contenham alimentos fonte de cálcio (leite e derivados);


*Dietas com baixos teores de gordura saturada e colesterol que incluem 25 gramas de proteína de soja diários podem diminuir os riscos das doenças do coração;


*Os estudos científicos sobre as isoflavonas, fitoestrógenos presentes na soja com semelhança estrutural do estrógeno, ainda não são conclusivos. As evidências indicam que seu consumo parece amenizar as ondas de calor (fogachos) da menopausa e auxiliar na redução dos níveis de colesterol, entretanto seu uso deve ser prescrito e acompanhado por profissional da saúde habilitado.


*O uso de suplementos só deve ser utilizado com acompanhamento do Nutricionista.


beijinhos! Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário